3 thoughts on “PROIBIÇÃO DE PESCA LÚDICA EM ESTADO DE EMERGÊNCIA”

  1. Já é tempo das nossas autoridades se preocuparem um (pouco) comos cidadaos sem que seja esclusisamente no tempo das eleições . Gostava que alguém me explicasse o porquê da proibição da pesca lúdica apeada, quando as regras da pesca são de pelo menos 5 metros de distância entre pescadores e do covi são apenas 2 metros. E se o problema for a mascara nos também levamos

    1. Boa Tarde, Exmo. Sr. Gilberto Reis, deverá encaminhar a sua questão relativamente à proibição de pesca lúdica à entidade responsável a DGRM, uma vez que este artigo publicado pela Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande, é a informação publicada pela DGRM.

  2. Isto é como a caça aos Gambosinos.
    Todo o mundo diz que os caça, mas nunca ninguém os viu.
    O aviso da DGRM foi uma interpretação abusiva e enviesada da lei, sem força legal e que agora está mais que desatualizada.
    Ainda lá está para assustar os parolos.
    Como somos governados por pessoas que nos acham parolos (e com razão, pois ainda vão votar cerca de 40% dos eleitores) encontram nessa forma de intimidação uma forma de tentar obter aquilo que não conseguem pela legalidade do estado de direito – discriminar os pescadores, caçadores e todas as pessoas ligadas ao mundo rural.
    Eu quando me apetecer ir à pesca, irei sem problema. Se receber ordens à margem da lei, irei obedecer, mas levarei comigo a identificação dos agentes para denúncia.
    Se me quiserem aplicar coima, é perante o tribunal que se de decidirá se e o que tenho a pagar.
    Salazar. Volta, estás perdoado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *